jusbrasil.com.br
18 de Janeiro de 2019

Intolerância e democracia

Elson Araujo, Estudante
Publicado por Elson Araujo
há 10 meses

Não foi nada fácil positivar os direitos e garantias fundamentais hoje presentes na Constituição da Republica Federativa do Brasil (CRF). Até serem discutidos, debatidos, votados e aprovados pelo constituínte originário, muita gente foi perseguida, torturada, expulsa do País e até assassinada .

Se hoje o Brasil vive sob a égide da dita "soberania popular" e, entre outros direitos/garantias é permitida a livre manifestação do pensamento, sem qualquer tipo de censura aos cidadãos de direita, esquerda, ou quaisquer outras corrente de pensamento, isso se deve ao idealismo e à luta de muita gente. Isso não deve ser esquecido, é história.

O parágrafo único do artigo Primeiro da Constituição Federal diz que “todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos, ou diretamente, nos termos desta Constituição”

Estamos ainda aprendendo a lidar com o manuseio desse poder, e esse aprendizado só será consolidado por meio de um exercício contínuo da democracia ou, com a adoção de um processo de educação libertadora que se volte para formação de um cidadão mais critico e tolerante.

Nos tempos modernos é preciso um agir democrático, principalmente, sob o manto da tolerância traduzida no respeito ao {pensamento do} outro.

É preciso, então, que aprendamos a exercitar esse “viver democrático” na sua plenitude incluindo ai a aprendizagem da convivência com os bônus e ônus, típicos do nosso Estado Democrático de Direito.

Esse espírito de tolerância, cada mais ausente, envolve diretamente o que chamaria de um importante pilar da convivência social ou, o cartão de visita da nossa democracia”

Se somos uma nação soberana, e estamos prontos, se possível for, pra defendê-la no caso de agressões externas, cumpre também com esse mesmo condão a defesa, da “soberania cidadã” , combatendo a intolerancia crescente nas relações humanos.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)